Rio de Janeiro – A Shell Brasil vai buscar cada vez mais investimentos em projetos de geração elétrica renovável, com foco em solar, eólica e gás natural, de acordo com Gabriela Oliveira, gerente de Desenvolvimento de Energias Renováveis da companhia no país. A executiva participou, nesta quarta-feira (6), do painel "Energias renováveis: crescimento e contribuição para a transição energética”, no último dia do evento virtual “Shell Talks: Impulsionando o Progresso”.

Ainda segundo Gabriela, o desenvolvimento de projetos de eólica offshore pode vir a ter um papel importante no portfólio da empresa na região, e um atrativo para este tipo de investimento é a possibilidade de contratos de longo prazo ou que viabilizem o hidrogênio verde no processo. O vice-presidente de Relações Corporativas da Shell Brasil, Flavio Rodrigues, acredita que os avanços no setor de energia passam diretamente por uma maior integração entre os setores público e privado.

“Para atrair recursos para o Brasil nesse momento de transição energética, o país precisa mostrar que tem um modelo regulatório robusto, transparente e competitivo”, completou Flavio. Para ele, a próxima Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 26) será uma oportunidade de o governo brasileiro se posicionar de forma relevante, conforme afirmou na sessão “O papel do Congresso na agenda do setor de energia”.

Monique Gonçalves, gerente sênior de Relações Corporativas e Assuntos Regulatórios da companhia, mencionou que o desafio da transição energética aumentou após a pandemia de Covid-19. No debate “COP 26: Acordo de Paris e oportunidades para o Brasil em um mercado de carbono internacional”, ela ressaltou que a pressão pela neutralidade de carbono cresceu sobre governos, sociedade e empresas, além de pontuar que alguns setores, como o de aviação, são mais difíceis de descarbonizar.

O Shell Talks foi realizado entre 4 e 6 de outubro, com transmissão ao vivo na página do evento e nas redes sociais da agência EPBR e dos jornais Valor Econômico e O Globo, onde as gravações dos painéis podem ser acessadas. Toda a programação foi pensada em conexão com a estratégia Powering Progress do Grupo Shell, baseada em quatro pilares: atingir emissões líquidas zero até 2050, impulsionar vidas, entregar valor aos acionistas e respeitar a natureza.

Para mais informações:

Assessoria de Imprensa Shell Brasil
imprensa@shell.com

Edelman
assessoria-shell@edelman.com

OUTROS PRESS RELEASES

Contatos

Aqui você encontra os contatos da Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.

Imprensa

Veja nossas últimas notícias e press releases e descubra como você pode entrar em contato com o time de Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.