Rio de Janeiro  Com o objetivo de desenvolver um modelo integrado em energia elétrica no país, a Shell Brasil terá uma nova estrutura em Comercialização e Geração de energia elétrica, em linha com sua visão global de entregar mais energia e de maneira mais limpa.

A estratégia de negócios da Shell Brasil em Comercialização e Novas Energias contemplará a geração e armazenamento de energias renováveis e gás natural, comercialização e otimização, e vendas a consumidores finais de soluções integradas de energia com a marca Shell.

Os negócios em geração e armazenamento de energia elétrica renovável e gás natural, será liderado pelo Diretor de Novas Energias da Shell Brasil, Guilherme Perdigão Nascimento. Gabriela Oliveira continua sendo responsável pelo desenvolvimento de projetos de geração de energia renováveis. A comercialização e a oferta de soluções integradas de energia para consumidores seguirão a cargo da comercializadora Shell Energy Brasil ativa desde 2017. Carolina Bunting liderará a equipe de vendas e originação, e Michael Mohring continua liderando a bem sucedida mesa de “trading” da comercializadora.

A nova estrutura, já em operação, é resultado do novo time de liderança da área de Novas Energias da Shell para as Américas, que tem o objetivo de entregar as melhores soluções de energia aos seus clientes e integrar as atividades da companhia no negócio de energia elétrica.

“A transição energética traz mudanças significativas nas necessidades de nossos consumidores. E precisamos estar em sintonia com esta evolução, em linha com as tendências de crescente eletrificação e descarbonização da economia. Este modelo integrado dá aos nossos clientes no país o acesso à diversidade de produtos e serviços, à escala e à presença que a Shell possui no mercado global de energia”, afirmou o presidente da Shell Brasil, André Araujo.

No Brasil, um exemplo deste modelo integrado é a termelétrica Marlim Azul, joint-venture entre a Shell Brasil (29,9%), o Pátria Investimentos (50,1%) e a Mitsubishi Power System (20%). Em fase de construção, a planta terá capacidade instalada de 565,5MW e será a primeira a usar o gás natural do pré-sal. Já em energias renováveis, a Shell Brasil já solicitou Despacho de Requerimento de Outorga para a instalação de usinas solares fotovoltaicas em Minas Gerais.

Para mais informações:

Assessoria de Imprensa Shell Brasil
imprensa@shell.com

Edelman
assessoria-shell@edelman.com

OUTROS PRESS RELEASES

Contatos

Aqui você encontra os contatos da Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.

Últimos press releases

Veja nossos últimos press releases, acesse nossa bilbioteca de imagens e vídeos e descubra como você pode entrar em contato com o time de Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.

OUTROS PRESS RELEASES

Contatos

Aqui você encontra os contatos da Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.

Últimos press releases

Veja nossos últimos press releases, acesse nossa bilbioteca de imagens e vídeos e descubra como você pode entrar em contato com o time de Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.