São Paulo - O Prêmio Shell de Teatro de São Paulo completou a lista de indicados para a 32ª edição. Entre os nomes do segundo semestre está Helena Ignez, na categoria Atriz, pela peça “Insônia – Titus Macbeth”, que também concorre em Figurino com Simone Mina. O espetáculo é baseado em duas tragédias de William Shakespeare.

Outra obra que participa da lista com duas indicações é “Cais Oeste”, com Carlos Calvo em Cenário e Guilherme Bonfanti em Iuminação. Esta categoria conta ainda com a participação de Beto Bruel, por “Lazarus” – peça que tem texto e canções de David Bowie e também concorre em Música, com Maria Beraldo e Mariá Portugal.

A edição paulistana contará com uma homenagem a Maria Adelaide Amaral por sua contribuição para a dramaturgia nacional e trajetória em defesa do teatro contemporâneo. O júri de São Paulo é formado por Evaristo Martins de Azevedo, Lucia Camargo, Luiz Amorim, Maria Luisa Barsanelli e Ferdinando Martins.

Abaixo estão os indicados do segundo semestre para concorrer ao 32º Prêmio Shell de Teatro de São Paulo. A cerimônia de premiação será realizada em março de 2020.

Dramaturgia:
Janaina Leite por “Stabat Mater”
Silvia Gomez por “Neste mundo louco, nesta noite brilhante”

Direção:
Bia Lessa por “Macunaíma – Uma rapsódia Musical”
Andre Garolli por “Inferno – Um interlúdio expressionista”

Ator:
Matteo Bonfitto por “Fim de partida”
Renato Borgui por “O que mantém um homem vivo?”

Atriz:
Helena Ignez por “Insônia – Titus Macbeth”
Virginia Buckowski por “Casa Submersa”

Cenário:
Carlos Calvo por “Cais Oeste”
Kleber Montanheiro e Immersivus por “Visceral”

Figurino:
Simone Mina por “Insônia – Titus Macbaeth”
Theodoro Cochrane por “Zorro, nasce uma lenda”

Iluminação:
Beto Bruel por “Lazarus”
Guilherme Bonfanti por “Cais Oeste”

Música:
Maria Beraldo e Mariá Portugal por “Lazarus”
Dani Nega, Eugênio Lima e Roberta Estrela D’Alva por “Terror e Miséria no Terceiro Milênio – Improvisando Utopias”

Inovação:
Zózima Trupe por sua pesquisa contínua e suas ações de ampliação de público
LaMinima por sua contribuição para o teatro popular brasileiro e engrandecimento do circo teatro

A premiação 

O vitorioso de cada categoria receberá uma escultura em metal do artista plástico Domenico Calabroni com a forma de uma concha dourada, inspirada no logotipo da Shell, e uma premiação individual de R$ 8 mil (oito mil reais).

Criado em 1988, o Prêmio Shell de Teatro é ponto de referência nos palcos brasileiros. É oferecido aos maiores destaques do ano, no Rio de Janeiro e em São Paulo separadamente, em nove categorias — Dramaturgia, Direção, Ator, Atriz, Cenário, Figurino, Iluminação, Música e Inovação.

Para mais informações:

Assessoria de Imprensa Shell Brasil
Guilherme Sá
(21) 3984-8239
guilherme.sa@shell.com

Edelman
Bruna Carvalho
(21) 3590-8409
bruna.carvalho@edelman.com

Outros press releases

Contatos

Aqui você encontra os contatos da Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.

Últimos press releases

Veja nossos últimos press releases, acesse nossa bilbioteca de imagens e vídeos e descubra como você pode entrar em contato com o time de Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.