Rio de Janeiro, 19 de novembro de 2018 – Em homenagem ao Dia da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro, as comunidades quilombolas participantes do QUIPEA (Quilombos no Projeto de Educação Ambiental), projeto promovido pela Shell na região da Bacia de Campos, realizarão diversas atividades no Sul capixaba, no Norte Fluminense e na Região dos Lagos, entre os dias 20 de novembro e 8 de dezembro. O objetivo é relembrar a história de resistência dos quilombos, valorizando o fortalecimento da organização local.

A programação contará com palestras e rodas de conversa focadas no significado que a morte e memória viva de Zumbi dos Palmares têm para a sobrevivência da identidade quilombola, com debates sobre a importância de se realizar atos de reflexão e de luta e sobre a resistência negra na produção de liberdade. Alguns dos temas abordados serão: a defesa dos territórios e culturas quilombolas, a retirada de direitos e invisibilidade deste povo e o fortalecimento da coletividade, da ancestralidade e das ações de base comunitária.

Os eventos também promoverão atividades para celebrar a força da cultura e da tradição quilombola, como histórias contadas pelos griôs, danças, músicas, artesanatos e culinária quilombola. Confira abaixo a programação confirmada até o momento:

MUNICÍPIO COMUNIDADE LOCAL DATA HORÁRIO ATIVIDADES
Presidente Kennedy Cacimbinha e Boa Esperança Creche Bem-me-quer - Boa Esperança 20/11 8h a 12h Palestras abordando ancestralidade e uso de agrotóxicos nas lavouras
Campos dos Goytacazes Conceição do Imbé Comunidade Quilombola Conceição de Imbé 20/11 14h30 a 18h30 Roda de conversa, palestra e jantar
Armação de Búzios Rasa Quintal da D. Uia 20/11 9h às 14h Café da manhã, roda de conversa e almoço.
Cabo Frio Maria Joaquina Rua Justiniano de Souza,10 - salão da Marina 23/11 19h a 21h30 Apresentação cultural, mesa de debate e jantar
São Francisco de Itabapoana Deserto Feliz E.M.Manoel Azeredo - Deserto Feliz 24/11 13h a 17h Relato sobre história da feijoada, feijoada e apresentação de jongo
São Francisco de Itabapoana Barrinha Associação Quilombola de Barrinha 24/11 19h a 23h Jongo, roda de conversa com convidados de outros quilombos, jantar quilombola e ciclismo noturno
Armação de Búzios Baía Formosa Sede do Quilombo - Escola Lidya shermam 25/11 9h a 16h30 Palestra "Território quilombola", artesanatos, debate, filme e feijoada
Cabo Frio Preto Forro Comunidade Preto Forro - Cabo Frio 25/11 9h a 14h Café da manhã, apresentação de danças, dinâmicas e almoço
Itapemirim Graúna CEMEI João Luciano da Rosa – Graúna 29 e 30/11 A confirmar Palestra com Griô e apresentações culturais
Campos dos Goytacazes ABC Associação de moradores - Aleluia 08/12 8h a 15h Café da manhã quilombola, reflexão sobre o dia da consciência negra, caminhada, teatro quilombola com as crianças, desfile afro e conversa com os griôs
Cabo Frio Botafogo Comunidade Botafogo - estrada Trimumum, nº 91 08/12 8h30 a 13h Café da manhã, mesa de debates, apresentação cultural, conversa com griôs e almoço
Araruama Sobara Comunidade Sobara - Araruama 08/12 9h a 16h30 Mesa redonda, almoço e apresentação cultural

Mais sobre o Dia da Consciência Negra

O dia 20 de novembro de 1995 marcava os 300 anos da morte de Zumbi dos Palmares. As articulações feitas por instituições do Movimento Negro organizaram o I Encontro Nacional das Comunidades Negras Rurais, realizado em Brasília nos dias 17, 18 e 19 de novembro de 1995, juntamente com a Marcha Zumbi dos Palmares, no dia 20 de novembro. A Marcha Zumbi dos Palmares contra o Racismo, pela Cidadania e a Vida era em um ato de protesto contra as condições subumanas em que vivia o povo negro. Até hoje, é citada como o maior movimento reivindicatório feito pelos negros e negras brasileiras em busca de seus direitos e combate ao racismo.

Como resultado imediato da Marcha e entrega de documento reivindicatório ao Presidente da República, foi assinado decreto presidencial, que criou um Grupo de Trabalhos Internacional para desenvolver políticas para a valorização da População Negra. A solicitação de transformar o dia 20 de novembro em data comemorativa só se transformou em realidade pela Lei n.º 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003. Em alguns estados, como no Rio de Janeiro, o Dia da Consciência Negra, como foi chamado o 20 de novembro, é feriado.

Sobre o QUIPEA

O QUIPEA é uma condicionante exigida pelo Ibama no licenciamento ambiental federal das atividades de exploração e produção de petróleo e gás natural da Shell na região da Bacia de Campos. A companhia escolheu trabalhar com as comunidades quilombolas presentes na área de influência de suas operações e identificou que essas comunidades tradicionais são vulneráveis aos impactos da indústria do petróleo instalada na região, como: migração interna, ocupação desordenada do solo urbano e grande fluxo de pessoas em busca de empregos e renda.

Atualmente, as comunidades que fazem parte do QUIPEA são: Baía Formosa e Rasa (Armação dos Búzios - RJ); Maria Joaquina, Botafogo, Preto Forro e Maria Romana (Cabo Frio - RJ); Sobara (Araruama - RJ); Boa Vista, Bacurau, Machadinha, Santa Luzia e Mutum (Quissamã - RJ); Aleluia, Batatal, Cambucá e Conceição do Imbé (Campos dos Goytacazes - RJ); Deserto Feliz e Barrinha (São Francisco de Itabapoana - RJ) ; Graúna (Itapemirim - ES); Boa Esperança e Cacimbinha (Presidente Kennedy - ES); todas certificadas pela Fundação Cultural Palmares.

Para mais informações:

Assessoria de Imprensa Shell BrasilGuilherme Sá
Guilherme Sá
(21) 3984-8239
guilherme.sa@shell.com

Edelman
Bruna Carvalho
(21) 3590-8409
bruna.carvalho@edelman.com

Outros press releases

Contatos

Aqui você encontra os contatos da Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.

Últimos press releases

Veja nossos últimos press releases, acesse nossa bilbioteca de imagens e vídeos e descubra como você pode entrar em contato com o time de Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.