Rio de Janeiro

Veja a lista dos indicados da 30ª edição do Prêmio Shell de Teatro do Rio de Janeiro.

1º semestre

  • Autor
    Marcia Zanelatto por “Ela”
    Walter Daguerre por “Josephine Baker, a Vênus Negra”
  • Direção
    Eric Lenate por “Love Love Love”
    Rodrigo Portella por “Tom na Fazenda”
  • Ator
    Armando Babaioff por “Tom na Fazenda”
    Gustavo Vaz por “Tom na Fazenda”
  • Atriz
    Aline Deluna por “Josephine Baker, a Vênus Negra”
    Yara de Novaes por “Love Love Love”
  • Cenário
    Aurora dos Campos por “Tom na Fazenda”
    Mina Quental por “Mata teu pai”
  • Figurino
    Beth Filipecki por “Ivanov”
    Marcelo Marques por “Josephine Baker, a Vênus Negra”
  • Iluminação 
    Aurélio de Simoni por “Ubu Rei”
    Nadja Naira e Ana Luzia de Simoni por “Mata teu pai”
  • Música
    Marcello H. por “Tom na Fazenda”
    Ricco Viana por “Janis”
  • Inovação
    “Que legado” pela ocupação cultural que propõe o diálogo entre profissionais de atuações e geografias diversas no Rio de Janeiro.

São Paulo

Veja a lista dos indicados da 30ª edição do Prêmio Shell de Teatro de São Paulo.

1º semestre

  • Autor
    Angela Ribeiro por “Refluxo”
    Munir Pedrosa e Herbert Bianchi por “Hotel Mariana”
  • Direção
    Eric Lenate por “Refluxo”
    Nelson Baskerville por “Eigengrau – no escuro”
  • Ator
    Ary Fontura por “Num lago dourado”
    Sergio Guizé por “Oeste verdadeiro”
  • Atriz
    Amanda Lyra por “Quarto 19”
    Ilana Kaplan por “Baixa terapia, uma comédia no divã”
  • Cenário
    Eric Lenate por “Refluxo”
    Veronica Valle e Mateus Viana por “Constelações”
  • Figurino
    Bia Pieratti, Carol Reissman e Lenin Cattai por “Pessoas brutas”
    Telumi Hellen por “Esperando Godot”
  • Iluminação
    Adriana Ortiz por “Monólogo público”
    Domingos Quintiliano por “Constelações”
  • Música
    Marcelo Pellegrini por “Pagliacci”
    Wagner Passos por “Fuente Ovejuna”
  • Inovação
    Mundana Companhia pela ocupação de espaços urbanos não convencionais com a adaptação do espetáculo “Na selva das cidades” de Bertold Brecht.
    Teatro de Contêiner Mungunzá pelo uso arquitetônico inédito voltado para o teatro, inserido em região degradada do Centro de São Paulo.

Jurados

Rio de Janeiro:

  • Ana Achcar (atriz, professora e pesquisadora teatral)
  • Ana Luisa Lima (professora, produtora e gestora cultural)
  • Bia Junqueira (cenógrafa, curadora e diretora de arte)
  • Macksen Luiz (crítico teatral)
  • Moacir Chaves (diretor de teatro)

São Paulo:

  • Evaristo Martins de Azevedo (crítico de arte)
  • Lucia Camargo (jornalista e curadora)
  • Luiz Amorim (ator, diretor e gestor em produção cultural)
  • Maria Luisa Barsanelli (jornalista)
  • Renata Melo (diretora de teatro e dança e coreógrafa)

MAIS SOBRE O PRÊMIO SHELL DE TEATRO

Sobre a premiação

O Prêmio Shell de Teatro é uma das mais tradicionais premiações da cena teatral brasileira. Veja indicados, vencedores e jurados.

Categorias

Veja o regulamento completo do Prêmio Shell de Teatro, a mais tradicional premiação do teatro brasileiro.

MAIS SOBRE SUSTENTABILIDADE

Nossa abordagem

Contribuir com o desenvolvimento sustentável significa ajudar a atender à crescente demanda global de energia de maneira econômica, social e ambientalmente responsável.