Rodrigo Wendhausen segura o troféu ao lado de integrantes da equipe Pato a Jato

Conheça a equipe brasileira que conquistou o melhor resultado para o país até hoje!

Foi em 2015, na 9ª edição da corrida. A equipe Pato a Jato, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) comemorou muito a segunda colocação na categoria “Combustíveis Alternativos”.

Acredite se quiser, o time de Rodrigo Wendhausen conseguiu rodar 316 quilômetros com um único litro de etanol. Sim, é verdade!

“Foi incrível!”, comentou Rodrigo. Mas eles querem ir além. “Estamos nos preparando para conquistar o primeiro lugar em 2016”. Eles estarão, uma vez mais, correndo atrás da liderança na próxima edição da competição.

E como não poderia ser diferente, a posição de destaque em 2015 rendeu a todos do time uma grande visibilidade na universidade e em Pato Branco, região onde estudam.

“A exposição de todos os envolvidos no projeto – éramos 14 – foi enorme, tivemos o reconhecimento de muitos professores e até de empresas”.

O envolvimento com a Shell Eco-marathon Americas ainda rendeu um emprego ao jovem. “Minha participação na corrida da Shell foi fundamental para conseguir uma oportunidade onde trabalho atualmente”.

Shell Eco-marathon

A Shell Eco-marathon é uma competição de fomento à pesquisa energética que desafia estudantes universitários e do ensino médio a projetar e construir protótipos que percorram a maior distância com a menor quantidade de energia.

Saiba mais sobre a competição Shell Eco-marathon