Rio de Janeiro, 18 julho de 2016 – O júri do Prêmio Shell de Teatro de São Paulo já escolheu os melhores espetáculos apresentados na cidade neste primeiro semestre do ano. A lista traz 11 nomes, que disputam as nove categorias da premiação.

O espetáculo “Cabras – cabeças que voam, cabeças que rolam”, que retrata o universo do cangaço, concorre em três categorias – Figurino, Iluminação e Música – assim como “A Tragédia latino-americana”, que disputa os prêmios de Direção, Cenário e Música, com um texto que discute as heranças da colonização em nosso continente.

O júri de São Paulo é composto por Carlos Colabone, Evaristo Martins de Azevedo, Lucia Camargo, Luiz Amorim e Renata Melo.

Segue abaixo a relação completa dos indicados do primeiro semestre ao 29º Prêmio Shell de Teatro de São Paulo. 

Autor:

Leando Cortez, por “Sala dos professores” 

Rudinei Borges, por “Dezuó, breviário das águas” 

Direção:

Felipe Hirsh, por “A tragédia latino-americana”

Marco Antônio Pâmio, por “Playground”

Ator:

Mateus Monteiro, por “Playground”

Pedro Vieira, por “Eu tenho tudo”

Atriz:

Miriam Mehler, por “Fora do mundo”

Regiane Alves, por “Para tão longo amor”

Cenário:

Daniela Thomas e Felipe Tassara, por “A Tragédia latino-americana”

Telumi Hellen, por “Dezuó, breviário das águas” 

Figurino:

Gabriel Villela, por “Rainhas do Orinoco”

Márcio Medina, por “Cabras - cabeças que voam, cabeças que rolam”

Iluminação:

Aline Santine, por “Cabras - cabeças que voam, cabeças que rolam”

Caetano Vilela, por “As benevolentes”

Música:

Arthur de Faria, por “A Tragédia latino-americana”

Dr. Morris, por “Cabras - cabeças que voam, cabeças que rolam”

Inovação:

Centro Cultural São Paulo pelo estímulo à experimentação de novas formas cênicas, dramatúrgicas e de produção por meio do projeto "Mostra de Dramaturgia em Pequenos Formatos Cênicos".

A premiação

Os vitoriosos em cada categoria receberão uma escultura em metal do artista plástico Domenico Calabroni, com a forma de uma concha dourada, inspirada no logotipo da Shell, e uma premiação individual de R$ 8 mil (oito mil reais).

Criado em 1989, o Prêmio Shell de Teatro é ponto de referência nos palcos brasileiros. É oferecido aos maiores destaques do ano, no Rio de Janeiro e em São Paulo separadamente, em nove categorias — Autor, Diretor, Ator, Atriz, Cenografia, Iluminação, Música, Figurino e Inovação.

Para mais informações:

Assessoria de Imprensa Shell Brasil

Guilherme Monsanto
(21) 3984-7226
guilherme.rocha@shell.com

Edelman Significa

Camila Chaves
(21) 3590-8409
camila.chaves@edelmansignifica.com

outros press releases

Contatos

Aqui você encontra os contatos da Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.

Imprensa

Veja nossas últimas notícias e press releases e descubra como você pode entrar em contato com o time de Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.

Você também pode gostar

Siga-nos

Acompanhe nossos projetos e notícias através de alertas via email, Twitter e aplicativos para investidores e imprensa.