Rio de Janeiro, 17 de Abril de 2014

Como resultado de suas atividades offshore na Malásia, a Shell acaba de anunciar uma relevante descoberta: trata-se do poço Rosmari–1, localizado no bloco SK318, a 135 quilômetros da costa, que foi perfurado a uma profundidade total de 2.123 metros e abrange mais de 450 metros de coluna de gás.

Com atividades exploratórias adicionais, o poço demonstra um indicador positivo do potencial de gás em uma área de interesse estratégico para a Shell.

“O Rosmari–1 é uma prova de nossa capacidade de perfurar com grande sucesso e de construir conhecimentos na nova geologia através de nossas principais atividades de exploração, somando valor a nossos ativos na Malásia", disse Andy Brown, diretor de Upstream da Shell.

"Estamos expandindo e rejuvenescendo as principais áreas de atividade em todo o nosso portfólio de exploração, inclusive em Brunei, na Austrália e no Golfo do México", conclui Brown.

"Estas atividades somam-se aos recentes sucessos exploratórios conquistados pela Shell na Malásia, descobertas que ajudam a expandir as áreas de atuação da empresa", disse Iain Lo, presidente da Shell Malásia.

A Shell é operadora do bloco SK318 com participação de 85%. A Petronas Carigali Sdn Bhd detém os 15% restantes da operação.  

Outros press releases

Contatos

Aqui você encontra os contatos da Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.

Últimos press releases

Veja nossos últimos press releases, acesse nossa bilbioteca de imagens e vídeos e descubra como você pode entrar em contato com o time de Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.

Você também pode gostar

Centro de investidores

Mantenha-se atualizado com o preço de nossas ações, resultados trimestrais e próximos eventos (abre no Shell.com em inglês).

Relatórios anuais e publicações

Publicamos o Relatório de Sustentabilidade da Shell desde 1998. Nosso objetivo é manter nossos valores de transparência e honestidade, além mostrar como contribuimos para o desenvolvimento sustentável.

Siga-nos

Mantenha-se atualizado com os projetos da Shell via RSS, alertas por e-mail, Twitter ou através de nosso aplicativo (abre no Shell.com em inglês).