A Shell acaba de anunciar que obteve resultado positivo para hidrocarbonetos com o poço exploratório Rydberg, marcando a terceira grande descoberta da companhia em Norphlet, em águas profundas do Golfo do México. Norphlet é uma formação geológica constituída no período jurássico - entre 199 e 155 milhões de anos atrás - que se estende do continente até as águas profundas do oeste do golfo. Com mais de 10 anos de trabalhos exploratórios na região, as atividades bem-sucedidas da Shell nesta formação comprovam a liderança da companhia em tecnologia submarina e de exploração.

"Essa descoberta consolida nossa posição de liderança no lado oeste do Golfo do México. E a proximidade deste poço com as outras descobertas na região tornam Rydberg especialmente promissor", avalia Marvin Odum, diretor de Upstream da Shell para as Américas. "Representa o surgimento de novas perspectivas para as atividades da Shell em águas profundas", conclui.

O poço Rydberg está localizado a 120 quilômetros da costa, no bloco Mississippi Canyon 525, com lâmina d’água de 2.280 metros. O poço foi perfurado a uma profundidade total de 8.038 metros e encontrou uma coluna de petróleo de 122 metros. A avaliação completa do poço está sendo concluída, mas a expectativa está em torno de 100 milhões de barris de óleo equivalente (boe). Juntamente com as descobertas Appomattox e Vicksburg, o potencial total de Norphlet poderá alcançar mais de 700 milhões de barris de óleo equivalente (boe).

Esta é a primeira descoberta do consórcio entre a Shell (operadora, com participação 57,2%), a Ecopetrol America Inc. (28,5% de participação) e Nexen (14,3% de participação), uma filial integral da CNOOC Limited. A descoberta está a 16 quilômetros do poço Appomattox - cuja viabilidade comercial já foi declarada - e do poço Vicksburg, descoberto em 2013 (consórcio entre a Shell, operadora com 75% de participação, e a sócia Nexen, com 25%).

A Shell e a Nexen estão dando prosseguimento à descoberta de Rydberg com atividades exploratórias no poço Gettysburg, localizado no bloco Desoto Canyon 398, que está a 16 quilômetros da área de desenvolvimento de Appomattox.

O Golfo do México é uma grande área de produção nos Estados Unidos, que responde por quase 50% da produção de petróleo e gás da Shell no país e atingiu quase 180 mil barris de óleo equivalentes (boe) por dia em 2013.

Outros press releases

Contatos

Aqui você encontra os contatos da Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.

Últimos press releases

Veja nossos últimos press releases, acesse nossa bilbioteca de imagens e vídeos e descubra como você pode entrar em contato com o time de Assessoria de Imprensa da Shell Brasil.

Você também pode gostar

Centro de investidores

Mantenha-se atualizado com o preço de nossas ações, resultados trimestrais e próximos eventos (abre no Shell.com em inglês).

Relatórios anuais e publicações

Publicamos o Relatório de Sustentabilidade da Shell desde 1998. Nosso objetivo é manter nossos valores de transparência e honestidade, além mostrar como contribuimos para o desenvolvimento sustentável.

Siga-nos

Mantenha-se atualizado com os projetos da Shell via RSS, alertas por e-mail, Twitter ou através de nosso aplicativo (abre no Shell.com em inglês).