Cozinhar em fogões abertos improvisados pode expor as pessoas à fumaça tóxica.
Cozinhar em fogões abertos improvisados pode expor as pessoas à fumaça tóxica.

Ar mais puro para residências de baixa renda 

Aproximadamente 4 milhões de pessoas morrem todos os anos vítimas da poluição gerada pela sua própria forma de cozinhar em casa - um fogão improvisado com fogo aberto. Essas mortes são resultantes do uso de combustíveis como madeira, carvão ou até mesmo esterco animal3 na cozinha das casas de 3 bilhões de pessoas na África, Ásia e América Latina. Os fogões abertos improvisados produzem fuligem e gases do efeito estufa, que prejudicam não só a saúde dessas famílias, principalmente mulheres e crianças, como também o meio ambiente. A procura por esses combustíveis também é algo que consome um tempo valioso, que poderia ser melhor empregado no trabalho ou na escola.

No entanto, uma ideia brilhante vem ajudando a mudar esse quadro. A Global Alliance é uma iniciativa única para o projeto Clean Cookstoves, que busca promover uma indústria global autossuficiente para produzir fogões e aquecedores eficientes e menos poluentes. A iniciativa também visa despertar a conscientização sobre como esses fogões e aquecedores podem reduzir o consumo de combustível, o tempo de cozimento e o número de mortes causadas pela inalação da fumaça tóxica do fogão rudimentar.

Uma família com o seu fogão menos poluente e mais seguro
Uma família com o seu fogão menos poluente e mais seguro

A Shell investiu US$ 12 milhões para ajudar a atingir a meta de fogões limpos em 100 milhões de casas até 2020. Para ajudar-nos a atingir esse número, a Fundação Shell, uma ONG independente criada para lidar com desafios de desenvolvimento globais, associou-se à Envirofit International com o objetivo de projetar e produzir fogões com "queima limpa de combustível". 

Os fogões produzidos pela Envirofit não são apenas mais baratos, como também são capazes de diminuir o tempo de cozimento em pelo menos metade, reduzir a fumaça e emissões tóxicas em até 80% e usar até 60% menos combustível que os fogões tradicionais4. Isso permite que muitos usuários consigam, em poucos meses, restituir o preço do fogão – em geral, entre US$15 e US$30 – apenas com o combustível que economizam.

MAIS INICIATIVAS DA CAMPANHA MAKE THE FUTURE

Iluminando uma comunidade com passos

Para ajudar a abastecer uma pequena comunidade no coração do Rio de Janeiro, criamos o primeiro campo de futebol do mundo iluminado pelos passos dos jogadores.

Jay Leno e a Shell Eco-marathon

A Shell Eco-marathon desafia equipes de estudantes de todo o mundo a projetar, construir e testar veículos ultraeficientes em termos de uso de energia.