Estamos explorando formas de ampliar o uso de gás natural liquefeito – ou GNL – para ajudar a reduzir emissões poluentes nas crescentes frotas mundiais de trens, caminhões e navios para transporte comercial.

O caminho para um futuro mais “limpo” 

O transporte é parte crucial do desenvolvimento humano e econômico. Mas a mobilidade das pessoas e mercadorias requer uma rede eficiente e uma fonte de energia confiável.

Acreditamos que o GNL pode se tornar um grande componente na gama de opções de energia para os transportes, juntamente com os biocombustíveis, hidrogênio e veículos elétricos. O gás natural não é somente o hidrocarboneto de queima menos poluente, mas também tem o potencial de oferecer uma opção de combustível mais barata, se comparado ao diesel tradicional2.

Veja a seguir algumas das formas em que o GNL pode transformar nossa atual rede de transportes:

GNL para caminhões:

Já estamos distribuindo GNL por uma movimentada rota de caminhões em Alberta, no Canadá, e estamos expandindo nossa iniciativa por toda a América do Norte. A queima de GNL em motores com ignição por centelha é mais silenciosa do que a queima de diesel em motores a combustão, o que significa que os caminhões não precisam mais aderir a restrições de ruído durante entregas fora do expediente. E o que é mais importante: o GNL pode ajudar a reduzir as emissões de gases do efeito estufa desde a sua produção até o uso final3.

GNL para fretes marítimos:


A Shell tem experiência em usar GNL em hidrovias. Na Holanda, fretamos as primeiras barcas para torná-las 100% abastecidas com GNL, e também ajudamos a abastecer balsas pelos fiordes cristalinos da Noruega. A vantagem de converter GNL nas balsas, barcas e outras embarcações é a quase total ausência de enxofre e partículas, o que permite que as empresas de frete marítimo reduzam suas emissões (um requisito sob novas leis ambientais). Operar motores movidos a GNL é quase 50% mais silencioso , o que diminui o impacto na vida marinha e na população  que vive próximo às margens4.

GNL para ferrovias:

Foram realizadas pesquisas imparciais que indicam que o uso do gás natural em locomotivas poderia transformar drasticamente a malha ferroviária mundial. Nos anos 50, o setor ferroviário sofreu intensa transformação passando de locomotivas a vapor para composições a diesel; mais de meio século depois, testes vêm sendo realizados com GNL. Os benefícios incluiriam maiores distâncias percorridas entre um abastecimento e outro, além de menos consumo de combustível e uma redução significativa nas emissões de CO2. 5


 

MAIS INICIATIVAS DA CAMPANHA MAKE THE FUTURE

Jay Leno e a Shell Eco-marathon

A Shell Eco-marathon desafia equipes de estudantes de todo o mundo a projetar, construir e testar veículos ultraeficientes em termos de uso de energia.

Transformando Gravidade em Energia

Como gerar energia a partir de uma pilha de pedras? Por meio da força da gravidade, o projeto Gravity Light tem a missão de levar uma fonte de luz renovável àqueles que não têm acesso à energia elétrica.