Diariamente, muitas pessoas encaram a eletricidade como algo normal, mas em 16% do mundo ela ainda é um artigo de luxo. Em nenhum outro lugar esse problema é tão grave quanto no Quênia. Quase 80% do país não possui acesso à eletricidade,  utilizando o querosene para iluminação e para cozinhar.

Além de ser nocivo à saúde, o querosene é uma fonte de iluminação pouco confiável. Desempenhar atividades à noite - como trabalhar e estudar - tornam-se muito  limitadas quando sob a iluminação de querosene.

Mas isso está mudando. E graças a uma solução inovadora, que usa o peso de uma sacola com pedras para criar luz.

A brilhante luz de uma ideia energética

GravityLight é uma startup que se dedica a substituir  o querosene em comunidades por uma alternativa de iluminação que funciona sem eletricidade ou combustível. Em vez disso, é alimentada apenas por energia cinética capturada pela gravidade.

Em outubro de 2016, GravityLight, em parceria com a Shell, embarcou em um tour pelo Quênia que durou 50 noites para lançar o produto e demonstrar seus benefícios para a população local. 

Um desses benefícios era a melhoria das oportunidades para as crianças. Hardson Lusiola, diretor na Escola Primária de Walodeya, em Chavakali, no Quênia, explicou: “Uma vez que a maioria das casas (dos estudantes) não possui eletricidade, acredito que GravityLight vai oferecer a oportunidade de poderem passar a fazer seu dever de casa."

A coleção de histórias para dormir da Shell foi criada para festejar e para nos lembrar de que algo tão simples quanto a iluminação sustentável pode ajudar a criar oportunidades e inspirar a criatividade pelo mundo todo.

Mais sobre iniciativas do Make the Future

Transformando Gravidade em Energia

Como gerar energia a partir de uma pilha de pedras? Por meio da força da gravidade, o projeto Gravity Light tem a missão de levar uma fonte de luz renovável àqueles que não têm acesso à energia elétrica.

Iluminando uma comunidade com passos

Para ajudar a abastecer uma pequena comunidade no coração do Rio de Janeiro, criamos o primeiro campo de futebol do mundo iluminado pelos passos dos jogadores.