O desafio do crescimento urbano

A população urbana mundial está crescendo na taxa de um milhão por semana, e até 2050 estima-se que cerca de três quartos dela viverá em cidades. Esse rápido crescimento continuará aumentando a pressão sobre nossos sistemas interconectados de alimentação, energia e água, que nunca foram projetados para sustentar uma urbanização nessa escala.

Nos últimos 100 anos, a maior parte do desenvolvimento urbano ocorreu organicamente, em pequenos passos e frequentemente sem levar em consideração a sustentabilidade em longo prazo. Mas essa abordagem claramente não funciona mais. Em vez disso, precisamos planejar nossas cidades do futuro muito mais rigorosamente, para garantir que sejam sustentáveis, habitáveis e prósperas durante décadas - e até mesmo séculos - por vir. 

Definindo nossas cidades do futuro

Para alcançar esse objetivo, precisamos entender como funciona uma cidade do futuro modelo.

  • Como podemos utilizar os recursos que temos da forma mais eficiente possível?
  • Como podemos integrar nossos sistemas de energia, água e alimentos de forma mais eficaz?
  • Como podemos utilizar tecnologia e dados para criar ambientes urbanos mais inteligentes e resilientes?

Nos últimos anos, trabalhamos junto a várias cidades pelo mundo para responder de forma direta a esse tipo de perguntas. Nossa pesquisa nos mostrou como, apesar das características e desafios únicos de cada cidade, há certos “alicerces” que elas precisam para conseguir resistir a mudanças e prosperar.

Planta de gás natural em cidades do futuro

Alicerces para cidades inteligentes

Planejamento flexível de longo prazo

As decisões de planejamento urbano tomadas agora precisam ser capazes de se adaptar a qualquer situação considerando que podem surgir novas tecnologias no futuro. Decisões de longo prazo podem não ser muito populares no curto prazo, mas ter uma visão clara ajuda na construção de bases. Um bom exemplo disso é a taxa aplicada na zona de congestionamento em Londres, introduzida após o comprometimento da cidade de reduzir seu nível de emissões de 1990 em 60% até 2025. 

Investindo no futuro

O investimento contínuo em educação, infraestrutura e centros de inovação tecnológica é a chave para o sucesso das cidades do futuro. As habilidades necessárias para impulsionar o crescimento econômico terão que ser reavaliadas constantemente com a evolução das tecnologias, especialmente quando equilibradas com as metas de redução de emissões. Berlim, por exemplo, concordou com a comunidade de negócios da cidade que 75% de todos os novos edifícios em qualquer ano terão que incluir estratégias de energia solar térmica em seus projetos.

Tornando os planos realidade

Planejar é importante, mas não é tudo. A habilidade de traduzir planos em realidade paupável é essencial para qualquer cidade. Para que isso seja alcançado, as pessoas e organizações envolvidas, incluindo o público geral, precisam compartilhar objetivos em comum e ser capazes de ver progressos reais. O compromisso de Copenhague de “tornar seu impacto climático neutro até 2025”, por exemplo, desencadeou uma série de iniciativas como esquemas de bicicletas na cidade, telhados verdes cobertos de grama e mais veículos elétricos.

Construção de confiança

As cidades devem fornecer um ambiente estável, com regras e leis coerentes e um senso de justiça para todos. Isso inclui abordar todo tipo de corrupção e tratar todas as questões com transparência. Helsinque é um exemplo pioneiro de transparência, com dados disponíveis para todos sobre tudo, desde população e transporte até educação. Assim, os desenvolvedores podem criar aplicativos de maneira mais fácil, tornando sua cidade ainda mais inteligente.

Finanças e colaborações

Todos os setores da sociedade têm que trabalhar juntos para lidar com as mudanças urbanas de maneira eficaz. O governo tem que oferecer incentivos para o crescimento inteligente, a sociedade civil deve ser incentivada a escolher infraestrutura coletiva, e os negócios devem oferecer soluções mais inteligentes e integradas. Instituições conectadas e colaborativas podem ajudar o compartilhamento de recursos e conhecimento, e também a superar desentendimentos.

Então qual é o próximo passo?

Fazer com que todos esses alicerces funcionem de forma efetiva leva tempo, habilidade e recursos. Nossa equipe de Cenários vem trabalhando junto às autoridades da Cidade de Marikina, nas Filipinas, e de Surat, na Índia, para analisar os desafios energéticos e de infraestrutura que essas cidades enfrentam, e recomendar soluções inovadoras. Esse tipo de pesquisa ajuda a sociedade a planejar nossas cidades do futuro com um grau maior de conhecimento e previsão.

Mais sobre Histórias de inovação de cidades

Você também pode gostar

Cenários da Shell

Como será o mundo daqui a 100 anos? A Shell explora o futuro considerando a economia, oferta e demanda energéticas, mudanças geopolíticas e sociais, entre outros.

Segurança

Segurança é sempre nossa primeira prioridade. Buscamos atingir nível zero de lesões fatais e evitar incidentes.